Blog

A forma do mundo mudar mudou: bem-vindo ao VUCA World! by Adriana Couto

“Nós não escolhemos os problemas que nos vêm parar à secretária, mas escolhemos como lhes vamos responder”

George W. Bush

 

O mundo em que vivemos hoje está em constante movimento. Inclusivamente, há quem lhe chame um caos (des)organizado, sendo caracterizado pela crescente globalização e interdependência. Na verdade, trata-se de algo que não precisamos de lhe dizer, visto que já deve ter experienciado na pele este caos, especialmente no seu quotidiano de trabalho!  Mas não se preocupe, o caos é uma característica indissociável do mundo VUCA (ou, em português, VICA) em que vivemos!

 

O que é o mundo VUCA?

VUCA é um acrónimo, introduzido pela Faculdade de Guerra do Exército dos EUA, que descreve a natureza dinâmica da realidade em que vivemos. Como tal, descreve o mundo, em geral, e o mercado de trabalho, em particular, como sendo volátil, incerto, complexo e ambíguo. Ora, a volatilidade refere-se à natureza, velocidade, volume, magnitude e dinâmicas da mudança. Basta olharmos para o fenómeno das novas tecnologias para comprovarmos este conceito. De facto, os produtos desenvolvidos pelas TIC têm um ciclo de duração bastante baixo. Se hoje é lançado um novo iPhone com um sistema operativo de vanguarda, daqui a menos de 1 ano esse iPhone já estará ultrapassado!

Já a incerteza diz respeito à diminuta previsibilidade dos problemas e dos eventos. Por exemplo, os taxistas tinham já o seu negócio estabelecido quando, de repente e sem aviso prévio, surgiram os Ubers! Mesmo no seu dia a dia já deve ter sentido a frustração que é querer marcar um voo e não conseguir prever o seu preço. Se às 13h a viagem está a 50€, às 14h poderá estar a 200€! Por sua vez, a complexidade aborda a questão do caos que assola qualquer organização e a mescla de problemas que se vai criando, sendo difícil determinar quais as suas causas. Isto é muito visível em empresas que trabalham em vários mercados internacionais e que têm que ter em conta todos os regulamentos dos vários países, bem como as suas tarifas e valores culturais.

Por último, a ambiguidade expõe a imprecisão da realidade e as duplas interpretações que as situações podem ter. Isto é, se quisermos, por exemplo, fazer uma palestra motivacional numa cultura que não a portuguesa, devemos adaptar o nosso discurso nesse sentido, visto que os exemplos ou as piadas que são bem aceites pelo público português poderão ser interpretados como insultuosos por outras culturas!

 

Como ser bem-sucedido num mundo VUCA?

Temos que ser ágeis! Agile learning é o mindset! E o que significa ser um agile learner? Um agile learner é alguém que, mesmo num contexto organizacional que já lhe é bastante familiar, procura alternar entre momentos de trabalho propriamente dito e momentos de aprendizagem. Isto é, refere-se à intensidade e rapidez com que nós, trabalhadores, nos educamos continuadamente, de modo a adquirir novas skills. Significa, portanto, que devemos preocupar-nos em desenvolver constantemente a nossa competência. Como tal, não devemos ter medo de fazer perguntas, de dizer que não sabemos, de procurar saber mais. Este é um mundo volátil, incerto, complexo e ambíguo. É expectável que não saibamos tudo. Estamos todos no mesmo barco; o distingue os que naufragam dos que sobrevivem é a agilidade com que se ajustam e respondem às diferentes marés que vão aparecendo!

 

Este artigo foi escrito por:

Adriana Couto | Trainee de Psicologia @Team Building

Share