o design thinking é o processo metodológico que está por detrás da criação de um novo produto ou serviço.

Design Thinking, um processo metodológico by Vera Fernandes

Design Thinking… as a designer?

O termo Design Thinking, enquanto buzzword da gestão, foi introduzido por Tim Brown, CEO da consultora mundial IDEO e um dos mais influentes consultores de design do mundo, no seu livro: “Change by Design – how design thinking transforms organizations and inspires innovation”.

Trata-se de uma nova forma de pensar e inovar cujo objetivo passa por gerar um produto ou serviço inovadores e com valor percebido pelo cliente. O design relaciona-se com a forma percebida de um produto ou modo como um serviço se encontra desenhado. Já o design thinking é o processo metodológico que está por detrás da criação de um novo produto ou serviço. Este processo de resolução de problemas, comporta diferentes fases, tendo estas categorizações diferentes designações, dependendo dos modelos propostos pelos vários autores.

“Uma descoberta consiste em ver o que todos já viram e pensar o que ninguém pensou”.
Albert Gyorgi

Seguindo o modelo de Katja Tschimmel[i] podemos categorizar em 6 momentos um processo de Design Thinking.

  • Emergência – identificação do problema. Este pode ser encontrado através de pesquisa visual, ou seja, procura de insights em imagens ou contexto real, através da observação ou então pode ser consequência de uma pesquisa secundária, através de estudos de mercado, artigos sobre tendências de consumo, entre outros;
  • Empatia – procura-se compreender da forma mais profunda possível as emoções, ou sentimentos, os pensamentos dos utilizadores do serviço. Sentir o que estão a sentir, “colocar-se no lugar do outro”. Para isso, são várias as técnicas utilizadas: as entrevistas estruturadas, a observação participativa, a construção de mapas dos vários interessados na solução, entre outras;
  • Experimentação – nesta fase, o objetivo é gerar o maior número de soluções para o desafio encontrado. Para isso, técnicas como o brainwriting e o mind mapping são formas interessantes que visam encontrar o máximo de soluções para o problema definido inicialmente;
Conheça a nossa oferta formativa
  • Elaboração – pretende-se testar as soluções encontradas. Como exemplo temos o role-playing onde são dramatizados os novos procedimentos do serviço ou processo;
  • Exposição – apresenta-se o resumo da solução encontrada através, por exemplo, de um story board. Tratam-se de desenhos, ilustrações ou fotografias dispostas em determinada sequência, de forma a visualizar um determinado processo, serviço ou evento;
  • Extensão – avaliação do impacto que a solução encontrada teve na resolução do problema inicial, através de fotografias, observação participativa e entrevistas aos utilizadores do novo serviço ou processo.

Esta metodologia tem mostrado resultados muito interessantes nas empresas na busca de diferentes perspetivas para resolver um problema, melhorar um serviço ou produto. O Design Thinking propõe, assim, que um novo olhar seja adotado perante problemas complexos, nomeadamente perspetivas mais empáticas, gerando resultados que são, certamente, mais desejáveis para as pessoas. Simultaneamente, que seja algo financeiramente interessante e tecnicamente possível de ser transformando em realidade.

[i] Desenvolvido por Katja Tschimmel para a NA’MENTE e ESAD Matosinhos

Vera fernandes

Project Manager @ Team Building

Sugestão de artigo: Team Building Comunitário

Serviços prestados pela Team Building