mindfulness

Mindfulness… onde reside a escolha!

A questão do stress tem sido uma constante da sociedade dos nossos dias e, se por um lado a sua gestão está diretamente ligada às competências de cada um, tornando-se assim numa responsabilidade individual, por outro deverá ser algo abordado estrategicamente por qualquer organização. Não falamos unicamente de responsabilidade social para com os colaboradores, mas principalmente do interesse em zelar pela qualidade das relações e do próprio ambiente laboral. De facto, o stress constitui um risco para a segurança, saúde e bem-estar de todos sempre que é vivenciado de forma persistente e exagerada. Isto ocorre quando nos sentimos incapazes de responder às exigências externas da nossa vida, o que poderá, consequentemente, causar desmotivação, falta de interesse, depressão e ansiedade.

Ora, se os fatores de stress estarão sempre presentes nas nossas vidas, o que necessitamos é de desenvolver competências para lidar com eles de uma forma equilibrada. O Mindfulness é, precisamente, uma ferramenta construtiva e adaptativa que se pode usar neste sentido, com efeitos positivos e comprovados ao nível do bem-estar emocional, mental e físico.

E o que é Mindfulness? – é, momento a momento, escolher prestar atenção plena – é estar aqui e agora, presente, consciente, aceitante do que está a acontecer e das suas circunstâncias. Com raízes profundas na meditação budista, pode ser apendido e praticado por qualquer pessoa, não tendo qualquer componente religiosa. E é de facto tão simples… Basta ganhar o hábito! Meditar não é parar o pensamento mas tão-somente estar consciente dele, controlá-lo de forma gentil, intencional, sem julgamentos e utilizando a respiração como âncora.

Tratam-se de apenas alguns minutos do seu dia que podem mudar a sua VIDA para sempre! Por isso, experimente este exercício:

Pare o que está a fazer, de preferência feche os olhos e preste atenção à sua respiração, ao momento da inspiração e da expiração… repare e aceite a forma como o stress do dia-a-dia se manifesta no seu corpo e na sua mente… note os pensamentos e sentimentos que vão surgindo… faça tudo isto sem qualquer crítica ou julgamento… e ESCOLHA respirar e focar-se no momento presente, permitindo que o turbilhão de pensamentos e emoções acalme!” – Repita o exercício sempre que quiser, não há contraindicações!

Um dos grandes benefícios que todos os praticantes de mindfulness referem é que, com apenas algumas semanas de treino, melhoram o foco, o discernimento, a concentração e até a memória, tanto a curto como longo prazo. A reatividade decresce e há um aumento de opções para responder de modo mais flexível, ou seja, são geradas formas mais adaptativas de responder a situações negativas ou geradoras de stress. Melhora a saúde física no geral, aumentando a imunidade e a qualidade do sono, baixando a tensão, entre outros. O aumento da autoestima e do autocontrolo, bem como da empatia são apenas mais algumas das muitas evidências que os estudos apontam.

Mantenha o foco! – SEJA MINDFUL – Comece agora… E lembre-se:

– Sempre que se aborrecer durante a prática, experimente permanecer atento e recetor dessa emoção! Ou, sempre que sentir: “Estou a fazer o melhor que posso e mesmo assim não consigo!” – Deixe, o melhor que puder, que tudo seja como é, não espere nada e aprecie cada momento, porque como diz Jon Kabat-Zinn: “The little things? The little moments? They aren’t little”.