TEMPO É DINHEIRO

Trabalhar muito não significa necessariamente que o fazemos bem. Cada vez mais a competitividade passa por uma gestão adequada das horas disponibilizadas em contexto laboral. Rentabilizar os recursos de cada um melhora a produtividade geral de qualquer organização. Entre outros aspetos, será feito um diagnóstico dos principais desperdiçadores de tempo, controlo das reuniões e planeamento, assim como a distinção entre o que é importante e o que é urgente.