Por sugestão da CGTP, o Governo introduziu uma limitação no regulamento específico do Portugal 2020. As empresas com salários em atraso não terão acesso ao concurso aos novos fundos comunitários.

Para mais informações consulte o link.